Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




...A geração de "Os fins justificam os meios"...

por Bolinha de Pelo, em 26.11.15

Cheguei à conclusão que é praticamente impossível darmos a nossa opinião sobre qualquer assunto no Facebook sem que apareça um cabrão qualquer do contra que nos decida ofender...

Cada vez que comento um post publico está sempre algum filho da puta "escondido" que após os meus comentários se “mostra” para me vir lixar o juízo....

“Cabrão” e “Filho da puta” são realmente expressões demasiado fortes para me referir a alguém mas a realidade é que se tornam muito pouco ofensivas perto do resto do repertório de adjetivos ofensivos que me ocorrem...

E também acho que é de uma tremenda falta de educação as pessoas que comentam os comentários dos outros nesses posts públicos quando se podiam simplesmente limitar a dar a sua opinião no post...

Então, acabo por ter verdadeiros “duelos” no Facebook porque até ao final também não me calo, arranjando sempre um argumento válido que justifique a minha opinião quando na verdade o mais inteligente seria calar-me quando sou bombardeada com argumentos ofensivos por "camelos ignorantes" que não tem melhor resposta para dar e a ofensa pessoal é o único argumento que lhes resta...sempre ouvi dizer...”A ofensa é o argumento dos ignorantes”...não podia ser mais verdade...

É incrível, as “voltas” que as pessoas conseguem dar para dar uma resposta quando não a têm...

Não existe nada pior que discutir com ignorantes, principalmente se esses ignorantes forem "ignorantes radicalistas"..... o que não se concorda automaticamente é-se acusado do oposto...se discutimos com um radicalista de direita somos apelidados de comunistas...se discutimos com um radicalista de esquerda somos apelidados de Salazares, se discutimos com um homossexual radicalista somos aplidados de homofóbicos..se discutimos com um negro radicalista somos aplidados de racistas...e por ai fora...

Na verdade há pouco tempo houve uma situação com o José Rodrigues dos Santos no erro "ele/ela" com o Alexandre Quintanilha que mostra a estupidez dos radicalismos aliádos á ignorancia...José Rodrigues dos Santos quase foi crucificado e apelidado de inúmeros adjetivos...e teve até que se desculpar publicamente...

Pessoalmente não acredito que ele o tenha feito propositadamente e que fosse “sujar” a sua imagem assim frente às câmaras tanto como apresentador e como escritor, no entanto a comunidade homossexual radicalmente caiu-lhe em cima com acusações e exigências de todo o tipo...uma situação destas pode destruir a vida de uma pessoa que possivelmente nem o fez por mal...

No fundo esta situação tal como tantas outras são radicalismos que tomam as proporções que tomam porque são “sustentadas” por associações que enquanto por um lado lutam por direitos por outro mantém viva a ideia de que o “mal” existe constantemente e está sempre "á espreita para se mostrar" e elas vão existir sempre para o combater, pois essa garantia é a sua única forma de sobrevivência eterna...a sua razão de nunca deixar de existir...

Na realidade, na vida acaba por ser tudo um “negócio”...mesmo quando se faz o bem, existe sempre uma forma “escondida” de “negócio”...

Os partidos de direita são “sustentados” pelo medo das politicas radicalistas de esquerda...os partidos de esquerda são “sustentados” pelo medo dos partidos radicalistas de direita, as associações que defendem os direitos homossexuais são “sustentadas” por casos que “intensificam e garantem”” a homofobia, as associações que defendem animais são sustentadas por casos que "intensificam e garantem" os maus tratos...os sindicatos são "sustentados" pelos direitos nunca adquiridos dos trabalhadores e dos patrões...enfim...no meio do bem que fazem acaba por haver sempre o tal “negocio” que lhes garante a sobrevivência de forma a nunca existir a sua extinção...e mais uma vez me deparo com uma frase que me tem ocorrido face a este novo governo...”os fins justificam os meios”...na realidade vivemos numa sociedade em que essa frase melhor nos define...vivemos segundo “Maquiavel” com uma diferença...ele defendeu essa frase em voz alta...a nossa sociedade atual faz uso dela na sombra à espera que ninguém se aperceba...

Relativamente a este governo, foi formado basicamente assim.....o PS aceitou a esquerda para ir para o poder e derrotar a direita e a esquerda apoiou o PS para derrotar a direita e fazer prevalecer as suas exigências...e no final temos um governo formado por uma força política e apoiado por duas, todos eles com ideais tão diferentes entre si ao ponto que dificilmente conseguem pensar na hipótese de virem a serem uma coligação...e este primeiro final foi ganho independentemente dos meios usados para se atingir, o que me faz pensar quanto tempo de sobrevivência terá um governo formado assim...que tipo de estabilidade apresenta....na realidade, e eu não percebo muito de politica, mas futuramente vejo um governo que se vai manter á base de exigências chantagens e cedências porque não são uma união...uma partilha de ideias conjuntas...a única coisa que os uniu realmente foi derrotar a direita...face a essa vitoria da derrota da direita passaram a ser simplesmente um apoio sustentados uns pelos outros em que os fins vão justificando os meios para se atingir objetivos...

 E ainda não acaba aqui a parte “dos fins justificarem os meios”, afinal António Costa, não é um simples politico do partido socialista..ele foi um “aprendiz” de ´”José Sócrates”  e os seus fins de certeza se estendem mais longe como bom “professor” que teve...tão longe ao ponto de futuramente fazer “desaparecer” as “esquerdas” ou reduzindo-as a uma mera “insignificância” e assumindo-se o PS como uma nova força “anti direita a pender para a esquerda”, sem necessitar do “apoio” de uma esquerda “de fora”, porque já a “conquistou” para si...Uma jodada de "Mestre"...nem Harry Potter como "aprendiz" de feiticeiro se safou tão bem...

Mas na realidade não é só Portugal...é o mundo inteiro que vive em base da celebre frase de Maquiavel...tal como o atentado em França...nada me tira da ideia que aqui os fins também justificaram os meios...nada me afasta da ideia que este atentado em França e este aparato todo em torno do terrorismo não seja mais que um plano conjunto da Europa para travar a entrada desenfreada dos refugiados na Europa...tipo “um mal menor” para travar “um mal maior”...e mais uma vez “os fins justificam os meios”...

...E até para os “cabrões”, “filhos da puta” e “camelos” do Facebook que esperam “escondidos” pelos comentários dos outros para os “refutarem” os fins também justificam os meios, nem que seja “aderir” à ofensa pessoal quando não se tem argumentos validos para se responder...e para esses aqui vai o meu "Bem Haja"...

mmmmmmmmmmmmmmmmmm.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:51


1 comentário

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor